Minuto49

Minuto49

Warriors iniciam com vitória sobre Rockets e Celtics para Antetokounmpo no jogo 1

Houston Rockets 100 - 104 Golden State Warriors


Os Warriors abriram a série mais aguardada até agora com vitória na Oracle Arena. Em noite magistral de Durant, Green e Iguodala, os Dubs fizeram valer o mando de quadra, conseguiram administrar uma pequena vantagem no placar e saem com vantagem.


O primeiro tempo foi bastante equilibrado. As duas equipes trabalharam muito bem ofensivamente, e a partida foi para o intervalo empatada. O time californiano sofreu muito com turnovers e desperdiçou algumas chances de ataque que poderiam ser melhor aproveitadas.

Apesar dos 16 pontos nos primeiros 24 minutos de jogo, James Harden não estava no seu melhor ritmo. Do outro lado da quadra, Draymond Green foi o grande nome do Golden State. O camisa 23 estava em tarde inspirada tanto ofensivamente quanto defensivamente.

O terceiro quarto manteve o ritmo do primeiro tempo. Nenhum dos dois times conseguia abrir grandes vantagens no placar, os Warriors sofreram com turnovers e James Harden começou a esquentar mais a mão nas bolas de 3 e armação de jogadas.

Só nos minutos finais do terceiro quarto que as coisas esquentaram de vez. Como esperado, os dois times abusaram das bolas de 3, houve reclamações contra a arbitragem e em determinado momento, CP3 e Mike D’Antoni sofreram faltas técnicas consecutivas.

Já no último quarto, com ainda 8 minutos restantes, os Warriors chegaram à quarta falta coletiva e Stephen Curry à sua quinta.


Os minutos finais foram quentes como se espera. Os dois times estavam um pouco tensos por conta das faltas e meio metódicos na marcação. Foi nessa hora que os Rockets passaram ainda mais a bola para Harden, que sempre batia para dentro para forçar os lances livres.


Kevin Durant mais uma vez sobressaiu-se, anotou mais de 30 pontos de novo, e contou com as grandes atuações de Green e Iguodala, e uma cesta nos últimos segundos de Curry para sair na frente da série mais esperada do ano.


Nos instantes finais, Houston ainda teve uma última chance, houve uma pequena confusão com Cris Paul, mas os Rockets não aproveitaram a oportunidade e saem atrás.


Boston Celtics 112 - 90 Milwaukee Bucks



Reeditando duelo da primeira rodada dos Playoffs do ano passado, Bucks e Celtics cumpriram a expectativa de um bom jogo. Os visitantes se deram melhor, quebraram o primeiro mando de quadra da série e mostraram que Giannis Antetokounmpo é parável.

Com uma marcação impecável em cima do grego candidato ao prêmio de MVP da temporada regular, os celtas seguraram a principal fonte de pontuação dos líderes da Conferência Leste, acertaram o ataque no segundo tempo e venceram com autoridade no Bradley Centrr.

Al Horford foi o principal nome da partida, muito por conta do seu trabalho defensivo. Liderando o sistema de marcação celta, o dominicano foi o responsável por ficar em cima de Giannis durante todo o jogo. Diversas vezes a marcação dobrava, triplicava e vez ou outra até quadruplicava em cima do Greak Freak, e seus pontos quase que se resumiram a bolas de 3 e lances livres (33,3% FG, 60% 3PT e 50% FT). Outro que foi muito bem na defesa foi Jaylen Brown.




No ataque, Kyrie Irving foi o grande líder como de costume. Foram 26 pontos e 11 assistências para o armador. Horford também contribuiu na fase ofensiva com 20 pontos. Jaylen Brown marcou mais 19, e Gordon Hayward saiu do banco para outros 13.

Se quiser voltar à série, os Bucks terão que encontrar uma forma de explorar melhor Antetokounmpo. Mesmo com 22 pontos, foi uma atuação muito abaixo do grego. O aproveitamento no garrafão foi muito fraco, com apenas 8 pontos, enquanto sua média na temporada é de 17,5.

Para os celtas, é “só” manter seu principal oponente bem marcado, deixar o ataque bem montado e não vacilar nos jogos em casa.