Minuto49

Minuto49

Wade vence Warriors no estouro do cronômetro, LeBron lidera revanche contra Pelicans e mais; Confira

New Orleans Pelicans 119 x 125 Los Angeles Lakers



O clima não é agradável no Los Angeles Lakers e todos sabemos disso. Após a derrota para o Memphis Grizzlies piorou, mas ainda com esperanças o torcedor e celebridades compareceram para ver LeBron James em ação.


Walton parecia que iria cometer o mesmo erro do domingo passado, atuando sem pivôs e apostando em Kuzman e James para marcarem os pivôs. Só que dessa vez Davis estava presente. Mesmo ficando de fora do último período, o ‘Sombrancelha’ anotou 22 pontos e obrigou McGee entrar no jogo.


Como de costume, LBJ parecia ter companheiros diferentes do que quando se encontra na estrada e colocou seu jogo com muito mais fluidez. O time de Luke Walton dá a impressão de ser mais focado diante da sua torcida, em específico Brandon Ingram e Kyle Kuzman. Ambos foram  cruciais na para vitória, anotando 23 e 22 pontos, respectivamente.


LeBron armou e viu suas jogadas serem correspondidas. Pontuou quando precisou e acelerou o ritmo durante o terceiro e quarto período para manter o Lakers a frente e posteriormente garantir a vitória. Foram 33 pontos, 10 assistências, 6 rebotes, 2 roubos de bola e um toco.


Foi um rodada ótima, já que Kings e Clippers perderam, mas agora terão pela frente o melhor time e jogador da temporada pela frente. Na sexta-feira recebe o Milwaukee Bucks de Giannis Antetokounmpo.




Golden State Warriors 125 x 126 Miami Heat




Dwyane Wade é um dos grandes da história. Sua temporada de despedida não teria como ser de outro jeito a não ser assim. Grandiosa.


Após um jogo pegado em Golden State, duas semana atrás, onde o time da Flórida viu uma vitória quase certa escapar pelas mão de Cousins, que acertou dois lances-livres no fim, vinha a redenção. Em casa, o Heat iniciou o jogo como da última vez, abrindo vantagem de dois dígitos, castigando os Warriors com um jogo físico e muitos in-and-outs.


Mas os Warriors não são um time qualquer.


Retornando no placar aos poucos, os Dubs tomaram a frente com pouco mais de dois minutos para o fim, graças a duas jogadas de quatro pontos, uma de Durant e outro de Thompson. Wade empatou com uma bola de médio.


Na sequência Durant foi a linha dos lances-livres e converteu os dois. Sem tempo, Wade saiu com a bola, tentou a construção de uma jogada, in-and-out para Dion Waiter, que ao receber a dobra devolveu para lenda de Miami.


Wade driblou, tentou arremesso e foi bloqueado. Bola recuperada, tirando o pé que estava dentro da área o veterano saltou com a perna de trás e e arremessou.


A buzina dispara. A bola bate na tabela e entra.


Vitória do Heat.


D-Wade eternizado. Mais uma vez.




Portland Trailblazers 97 x 92 Boston Celtics



Um pequena crise no Boston Celtics se instala.


Após muitas especulações sobre o vídeo de Kyrie Irving conversando com Kevin Durant sobre uma possibilidade de assinar dois contratos máximos, dando a entender de que estaria recrutando o amigo para jogar em outro time (Knicks ou Nets), o clima acabou pesando entre o elenco. Quatro derrotas consecutivas, declarações estranhas dos jogadores sobre a situação e muita gente da imprensa afirmando que Irving de fato não é um Celtic.


Bem, receita certa para o caos.


Damian Lillard, que não tem nada a ver com isso, fez 33 pontos para garantir a quinta vitória consecutiva de Portland, sendo a quatro delas diante de times que estão se classificando para os Playoffs.


Com 31 pontos e mesmo assim vendo seu time perder, Irving está aparentemente incomodado com o elenco: “Não é o suficiente”.  Segundo o técnico Brad Stevens, o time se encontra desesperado por uma melhor atuação e isso vem atrapalhando em alguns momentos chave, quando o jogo se está próximo.


Não sabemos o quanto essa má fase continuará, mas com certeza para o time, jogadores e fãs, está sendo um martírio se ver na quinta posição e muito atrás dos Bucks, que vem os dominando durante toda a temporada.


Houston Rockets 118 x 113 Charlotte Hornets




Mike D’Antoni entrou com uma formação diferente para a partida. Colocando o sexto homem, Eric Gordon no lugar de Kenneth Faried, na intenção de  poupar Chris Paul em ficar na cola de Kemba Walker durante todo o jogo e provocar um desgaste em momento crítico da temporada.


Bem, nada disso funcionou. Walkers emergiu para 27 pontos, acertando 9 de 10 arremessos, na primeira metade e D’Antoni se viu obrigado em colocar sua superestrela para marcá-lo.


James Harden fez 30 pontos, mesmo que de forma desastrosa. Sendo marcado pelo francês  Nicolas Batum, o ‘Barba’ acertou 10-29 FG, apenas um de onze da linha dos três pontos. Capela foi outra peça fundamental com 23 pontos e 17 rebotes (recorde pessoal).


Outros resultados


Minnesota Timberwolves 123 x 131 Atlanta Hawks

Washington Wizards 125 x 116 Brooklyn Nets

Chicago Bulls 109 x 107 Memphis Grizzlies

Detroit Pistons 93 x 105 San Antonio Spurs

Indiana Pacers 101 x 110 Dallas Mavericks

LA Clippers 105 x 111 Utah Jazz

Milwaukee Bucks 141 x 140 Sacramento Kings