Minuto49

Minuto49

Sem Ingram e Ball, Lakers voltam à perder

 

O Los Angeles Lakers tinha vencido quatro partidas seguidas, graças a sua defesa como principal pilar. Ontem, não foi desta forma.

 

Os Grizzlies acertaram 51% dos arremessos de quadra, 46% da linha dos três pontos, enquanto oito jogadores de seu plantel anotaram duplos dígitos, em pontos, sacramentando a vitória no dia de Martin Luther King, 123 a 114

 

O time de Luke Walton permitiu que adversário rodasse a bola como bem entendesse, nem parecendo o mesmo time que segurou os oponentes abaixo dos 96 pontos (média), nas últimas quatro partidas.

 

O quase anônimo, Dillon Brooks (19 pontos), veio do banco acertando seus 4 primeiros arremessos, incluindo um par de bolas de três. Neste ritmo, os Grizzlies seguiram encaçapando arremesso, ao longo do terceiro período, chegando para o último ato com uma vantagem de vinte pontos, 97-77.

 

UMA CULTURA CHAMADA LONZO BALL


 Resultado de imagem para lonzo ball back


É nítido a mudança da equipe sem a jovem promessa. Um time menos solidário entre si, e não só em jogadas individuais, sem à filosofia de “Primeiro, passe, se não der, chute”, mas também em se doar sem a bola.

 

Com menos paredes, sem a bola, o ataque ficava mais legível aos olhos do adversário, sem falar que dá a impressão que o grupo não doa na defesa como é de costume, quando o time está em quadra

 

DE VOLTA AO JOGO...

 

Sem Ingram (tornozelo) e Ball (joelho), Caldwell-Pope foi quem liderou a equipe, com 27 pontos, enquanto Kuzman colaborou com 18.

 

Os Lakers ainda tiveram a estreia de Gary Payton II, filho do lendário armador do SuperSonics. O garoto fez 4 pontos e deu 4 assistências, em doze minutos.

 

PRÓXIMOS JOGOS

 

Ambas as equipes voltam às quadras na próxima quarta-feira. Os Lakers encerram a sequência de três jogos fora de casa, diante do OKC Thunder, enquanto isso os Grizzlies vão até New York, para enfrentar os Knicks.