Minuto49

Minuto49

MVP 2019-20 - Semana 3: O mago esloveno que encanta a todos

Quando você está quase com médias de triplo-duplo, fazendo 30 pontos por jogo, e começa a se colocar em companhias históricas (Oscar Robertson, Michael Jordan, Russell Westbrook), com recordes e mais recordes e tudo isso antes dos 21 anos, sabemos que não é preciso mais te chamar de promessa.


Luka Doncic, o mais jovem MVP da Euro League, é realidade.


Sua versatilidade no jogo, a forma inteligente em que conduz e orquestra cada ataque da equipe de Dallas é mágico e encantador de se ver. Hoje, é graças a ele que os texanos detém o ataque mais eficiente da liga e são os terceiros colocados da Conferência Oeste.


A forma como assume o papel de armador e ainda é o grande pontuador de seu time, pegando o rebote e podendo finalizar as jogadas de inúmeras formas, além dos arremessos precisos de três pontos, me faz acreditar fielmente em como Luka se parece uma versão contemporânea de Larry Bird.


Ele poderia estar facilmente liderando a liga em pontos e assistências se não fosse um ano fora do comum de James Harden e LeBron James, e mesmo assim pensar que suas médias foram alcançadas apenas por Oscar Robertson com mesmo tempo de experiência.


O esloveno está apenas em seu segundo ano, será all-star sem sombra de dúvidas e se continuar nesse ritmo terá forças para bater o recorde de Derrick Rose, se tornando o mais jovem MVP.


Celebremos, pois estamos vendo o surgimento de uma superestrela.


1. Giannis Antetokounmpo


Última Semana:

Principais Estatísticas: 29,9 pontos | 13,9 rebotes | 6,4 assistências | 23,1 PIE¹

Início: De volta ao topo.


Desde a última semana da temporada anterior que eu não colocava Giannis nesta posição, mas o que o grego vem produzindo nos últimos dez jogos o trouxe de volta aqui. Nem mesmo algumas perdas da temporada passada para esta e a lesão de Khris Middleton parece impactar o jogo do astro.


Antetokounmpo bateu seu recorde pessoal em assistências na última quinta, diante do Portland Trailblazers. Na vitória o ala anotou um triplo-duplo monstruoso, com 24 pontos, 19 rebotes e 15 assistências, entrando para um seleto grupo, formado por Larry Bird, Oscar Robertson e Wilt Chamberlain, que conseguiram realizar uma atuação com tais números em cada quesito.


Os Bucks se tornaram líderes no Leste e Ginnis toma merecidamente a primeira posição.


2. LeBron James


Última Semana:

Principais Estatísticas: 25,2 pontos | 7,6 rebotes | 10,8 assistências | 20,1 PIE

Início: Não é demérito ter perdido a primeira colocação para o grego.


LeBron James segue quase que lado a lado na liderança por esse prêmio, mas o que foi feito nesta semana não foi o suficiente para o segurá-lo no topo. Os Lakers venceram os três jogos que disputaram essa semana, mas todos foram contra times abaixo dos 50% de aproveitamento e James não foi tão bem assim em sua última aparição, sem contar na alta média em turnovers (5,7 por jogo), nesta semana.


O Rei, ainda assim, segue como líder em assistência e um impacto enorme quando em quadra.


3. Luka Doncic


Última Semana:

Principais Estatísticas: 30,6 pontos | 10,1 rebotes | 9,8 assistências | 22,7 PIE¹

Início: MÁ-GI-CO.


O que esse garoto vem fazendo até aqui é simplesmente surreal. Não parece que estamos olhando para um segundanista e sim para um veterano. Tem coisas que  não se ensinam e nem precisam de experiência para se mostrar. Diante dos Rockets, ontem, Luka demonstrou como um jogo completo pode ser construído sem jogadas forçadas, sem desespero e descontrole emocional, contra uma estrela que não parece ainda ter aprendido isso: Russell Westbrook.


Essa inteligência, esse QI de Basquete, é algo que não se ensina e Doncic carrega com ele. 


Quatro vitórias na última semana, com médias de 37 pontos, 8,5 rebotes e 11,8 assistências. Com isso, não tinha como não subir neste ranking.


4. James Harden


Última Semana:

Principais Estatísticas: 37,9, pontos | 6,1 rebotes | 8 assistências | 19,5 PIE

Início: James Harden vai ter que fazer uma tarefa mais difícil do que colocar 40 pontos por jogo.  E você que lê neste momento deve estar se perguntando: “Nossa… o que é mais complicado do que manter tais médias?”. Bem, conciliar o estilo de jogo de D’Antoni e Russell Westbrook.


Harden está elevando sua contribuição na distribuição do jogo, mas a verdade é que as dobras estão se tornando cada vez mais constante e agressividade das defesas adversárias cada vez maior. Com isso é forçado a deixar o jogo nas mãos de Westbrook ou do esquema acelerado e de descarte rápido da bola que D’Antoni propõe.


Ambos são arriscados e ineficientes com sua ausência.


Foram 3 derrotas de quatro jogos disputados na semana, mesmo melhorando seu aproveitamento dos arremessos e a quantidade de assistências. Por isso cai uma posição.


5. Nikola Jokic


Última Semana:

Principais Estatísticas: 16,7 pontos | 9,7 rebotes | 6,1 assistências | 16,1 PIE¹

Início: Denver segue sendo a terceira melhor campanha da liga e Jokic aumentou sua produtividade nos últimos jogos. 


O sérivo voltou a protagonizar belas jogadas armando seu time, com passes rápidos de ligação entre uma transição e outra ou quando percebe muito rapidamente a movimentação de algum companheiro enquanto está no post. Jokic venceu todos os três jogos que disputou nesta semana e teve médias de 17,7 pontos, 13,7 rebotes, 6,3 rebotes e 1,7 roubo de bola, em dois duplo-duplo e um triplo-duplo.


06. Kawhi Leonard

07. Kemba Walker

08. Paskal Siakam

09. Anthony Davis

10. Jimmy Butler


Correndo por fora: Karl-Anthony Towns, Devin Booker, Joel Embiid, Donovan Mitchell.