Minuto49

Minuto49

Em jogão, Bucks batem Lakers; Kawhi decide contra Trailblazers e mais; Confira

Milwaukee Bucks 131 x 120 Los Angeles Lakers



Para quem olha apenas o placar talvez não veja o quão disputado e parelho foi o jogo em LA. Em mais um grande duelo entre o “Time LeBron” e o “Time Giannis”, desta vez foi o grego quem ficou com o final feliz.


Pegado do começo ao fim, os Lakers entraram bem agressivos na defesa e o small ball estava sendo super efetivo na rotação e cobertura das zonas em que Antetokounmpo atua. LeBron cobria as jogadas de infiltração e incomodava Brook Lopez no perímetro, enquanto os Bucks colocavam sua maior estrela para marcar o Rei e forçá-lo a distribuir o jogo. Dessa maneira os Lakers lideraram grande parte do jogo e chegaram a abrir nove pontos no terceiro quarto,  quando Bledsoe entrou em ação. Na noite em que assinou sua extensão de contrato, por $70 milhões, Eric Bledsoe anotou 31 pontos, sendo sua maioria nos últimos 15 minutos de partida.


Com a vitória os Bucks se tornaram a primeira equipe da temporada a garantir vaga nos Playoffs.


LeBron e companhia tiveram o jogo na mão, mas uma falta ofensiva do Rei, um erro de passe no contra ataque e um turnover ridículo de Kentavious Caldwell-Pope acabou frustrando a noite dos Lakers. Mas para quem luta por confiança para tentar chegar aos Playoffs, essa foi uma grande atuação diante da melhor campanha da liga. O time de Luke Walton teve apenas 9 erros e ainda conseguiu segurar o provável MVP em 16 pontos. É sem dúvida um jogo para se tirar muitas coisas boas e não deixar o foco na derrota.


LeBron James foi magnífico com 31 pontos, 10 assistências e 7 rebotes. Brandon Ingram manteve o alto nível pós-All-Star Game, com 31 pontos e 8 rebotes. O Lakers agora tem pela frente dois jogos cruciais, contra os Suns (hoje) e diante do Clippers (04/03).




Portland Trailblazers 117 x 119 Toronto Raptors



O Toronto Raptors mais um vez ganhou o jogo em sua “zona de conforto”. Essa foi simplesmente a 11ª vitória, de quinze, quando a partida é decidida por três pontos ou menos. Um aproveitamento para se invejar. Kawhi Leonard foi o escolhido dessa vez para decidir o jogo e após uma parede feita por Kyle Lowry, o ala ficou em um mismatch contra Damian Lillard. Bola na zona de médio, em direção a linha de fundo. Fadeway. Vitória!




Kawhi Leonard anotou 38 pontos, Lowry teve 19 pontos e 10 assistências. Marc Gasol também anotou 19 pontos e ainda deu seis assistências.


Damian Lillard, que veio de uma grande aparição em Boston, fez 24 pontos e comandou uma corrida no quarto período, quando Portland perdia por nove pontos e forçou os canadenses a perderem nove arremessos seguidos. E então Damian matou uma longa bola de três, deixando o jogo com um ponto de diferença. Porém, o time não conseguiu conter Kawhi e perdeu a sétima vez nos últimos oito jogos que disputaram contra a franquia de Toronto.


Washington Wizards 96 x 107 Boston Celtics



Finalmente os celtas reencontram a vitória.


Os Celtics não perdiam cinco jogos consecutivos desde 2014, e não foi dessa vez que isso voltou a acontecer. Uma boa defesa no final levaram eles ao primeiro triunfo desde a pausa para o All-Star Weekend. Por muito tempo a equipe de Brad Stevens não permitiu que o time da capital marcasse um ponto sequer, no último período, além de forçar sete turnovers.


Kyrie Irving teve 13 pontos e 12 assistências, Al Horford contribuiu com 18 pontos, enquanto pelo lado do Wizards, Bradley Beal segue carregando o piano. Ontem, o ala-armador anotou 29 pontos e pegou 11 rebotes.


Chicago Bulls 168 x 161 Atlanta Hawks




Que noite histórica em Atlanta!


Os times combinaram para o placar ridículo de 329 pontos, se tornando o terceiro jogo mais pontuado da história da NBA, perdendo apenas para Milwaukee Bucks vs San Antonio Spurs (337 pontos) em 1982 e para Detroit Pistons vs Denver Nuggets (370) em 1983.


Lauri Markkanen (31 pontos e 17 rebotes) acertou três importantes lances-livres para dar uma vantagem com folga aos Bulls, após quatro prorrogações, o que deram a eles a vitória. Mas o show ficou por conta do duelo entre Zach LaVine (47 pontos) e Trae Young (49 pontos).


Com 49 pontos, 16 assistências e 8 rebotes, o rookie de Atlanta se colocou em um grupo seleto. Young é o primeiro novato a marcar ao menos 120 pontos, em três jogos consecutivos, desde Allen Iverson em 1997. Além disso, ele é um dos quatro novatos na história a terem um jogo com pelo menos 45 pontos, 10 assistências e 5 rebotes. E se juntou a LeBron James e Michael Jordan como os únicos rookies pelo menos 40 pontos e 10 assistências nos último quarenta anos de liga.


E foram tantos momentos importantes que levaram o jogo até o pontos que chegou, que prefiro não me estender e deixar você apreciar os lances deste jogaço:




Outros resultados


Charlotte Hornets 123 x 112 Brooklyn Nets

New Orleans Pelicans 130 x 116 Phoenix Suns

LA Clippers 116 x 109 Sacramento Kings