Minuto49

Minuto49

Celtics encaminha varrida e Raptors lidera série pela primeira vez. Veja!

Boston Celtics 104 x 96 Indiana Pacers



O Boston Celtics segue o esperado.

A incrível performance defensiva da segunda metade foi o que manteve os Celtas dentro do script, o fizeram retomar o controle da partida e com uma corrida no final abriram vantagem para aniquilar a série. Sim, aniquilar, pois nunca viraram um 3-0 na história e não serão os Pacers, sem Oladipo, que farão isso.


No primeiro jogo, o esquema do técnico Brad Stevens segurou o adversário em 8 pontos no terceiro período, no segundo jogo aconteceu uma grande virada após permitirem apenas 12 pontos no período final e ontem foram apenas 12 pontos no terceiro quarto. Sinceramente uma eficiência impressionante e que dá moral a equipe e aos torcedores para encarar um desafio que está por vir, o Milwaukee Bucks.


Jaylen Brown liderou a equipe com 23 pontos e Kyrie Irving teve um duplo-duplo com 19 pontos e 10 assistências.


O próximo jogo, que provavelmente irá sacramentar o fim da série, ocorrerá no domingo que vem (21/04) às 14h, com transmissão da ESPN.





Toronto Raptors 98 x 93 Orlando Magic




Muita gente vem falando de D’Angelo Russell como o jogador que mais evoluiu na temporada, mas na verdade eu aposto todas as minhas fichas em Pascal Siakam para o Most Improved Player. Mas ontem ele foi o MVP da partida. Com 30 pontos e 11 rebotes e um floater sutil a um minuto e meio do fim do jogo, deu a tranquilidade da liderança para os Raptors e colocou o segundo colocado do Leste na liderança da série.


Siakam é o primeiro Raptors a anotar 30 pontos e 10 rebotes, em Playoffs, desde Chris Bosh em 2008.


Orlando forçou demais nos arremessos de longa distância, acertando apenas 13 de 44 tentados. Sem conseguir encontrar um equilíbrio ofensivo, os donos da casa tiveram a liderança em mãos por apenas 30 segundos na metade final do jogo. Terrence Ross (24 pontos) tentou complicar a vida dos canadenses quando acertou uma bela bola de três a 1 minuto do fim, deixando o jogo por uma posse de bola. Mas após boa defesa, DJ Augustin e Aaron Gordon bobearam no box out e permitiram o rebote ofensivo de Kyle Lowry, e daí em diante os Magic foram obrigados a colocarem o adversário na linha do lance-livre.